A importância da Gelatina

Padrão

Gelatina

A gelatina é uma presença constante na vida quotidiana, aparecendo sob as mais variadas formas e utilizações.
Pode ser de origem vegetal ou animal, mas a versatilidade é, sem dúvida, a sua característica principal, podendo ser adquirida em folhas, em pó com sabor, ao natural ou em cápsulas.
A sua utilização divide-se entre a alimentação, a medicina e algumas indústrias, devido à sua capacidade gelificante, assim podemos encontrá-la em inúmeros produtos, nomeadamente, em gomas, gelados, iogurtes, queijo, em cápsulas de medicamentos e até em produtos cosméticos, como estabilizador ou espessante.
Na sua forma mais pura, a gelatina é uma substância translúcida, incolor ou amarelada, e é praticamente insípida e inodora, que se pode obter através de produtos animais ou vegetais.
A gelatina de origem animal, é uma proteína derivada da hidrólise parcial do colagénio, especialmente de bovino e suíno. Contém 84-90% de proteínas, 1-2% de sais minerais e o restante é água.

Em alternativa à gelatina de origem animal, existem gelatinas vegetais, à base de glícidos extraídos de algas, como é o caso do agár-agár ou de carragenina.

A gelatina para além da sua capacidade gelificante, também pode ajudar a fortalecer as unhas, cabelos e a hidratação da pele, dando-lhe maior resistência, mais espessura, crescimento e brilho.

Curiosidades

Ágar-Ágar

Esta substância tem um poder gelificante semelhante ao da gelatina e, por isso, pode também ser utilizada na preparação de qualquer prato que precise de adquirir consistência. Existem gelatinas com sabores para serem utilizadas como sobremesa que têm como ingrediente o ágar-ágar, e que se preparam de forma idêntica às de origem animal, sem necessidade de adição de mais ingredientes para além da água.
Caso opte por fazer a sua própria gelatina, pode juntar sumo e polpa de fruta a esta substância e fazer a sua própria sobremesa de fruta com baixo teor calórico.
As gelatinas de origem vegetal normalmente solidificam mais rapidamente e são as indicadas para as pessoas que não consomem produtos de origem animal como é o caso dos vegetarianos.

Sabia que…

Se utiliza gelatina no fabrico de:

– Cobertura das cápsulas de produtos farmacêuticos;

– Emulsão fotográfica;

– Cosméticos.

Benefícios

A gelatina é rica em colagénio, contém uma série de fragmentos de proteínas que fornecem aminoácidos, importantes para a manutenção dos ossos, cartilagens e articulações, reforçando os tendões e ligamentos que unem os músculos aos ossos.

O colagénio, por sua vez, também é importante no processo de rejuvenescimento e reparação celular.

Quanto ao cabelo e às unhas a rede de colagénio também ajuda ao crescimento saudável, mantendo-os resistentes e brilhantes.

Mas os benefícios não terminam aqui, durante a dieta (emagrecimento) a ingestão de gelatina ajuda a manter a tonicidade e elasticidade da pele, prevenindo assim a flacidez.

Aos 50 anos, o corpo só produz em média 35% do colagénio necessário, sendo uma das causas do envelhecimento.

Com a diminuição do colagénio, os músculos ficam flácidos, a densidade dos ossos diminui e as articulações e ligamentos perdem a elasticidade e a força. A pele fica mais fraca, desidratada e sem elasticidade, culminando em flacidez e no aparecimento de estrias.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s