Vacina por via nasal pode ser mais eficaz contra a gripe

Padrão

Vacina por via nasal pode ser mais eficaz contra a gripe

Próximo passo destes investigadores é realizar testes em seres humanos

2011-04-13

Capturar
Actualmente são poucas as vacinas nasais eficazes

Um novo tipo de vacina contra a gripe e a pneumonia administrada pelo nariz pode revelar-se mais eficaz do que os actuais. Consiste num spray nasal que foi apresentado por investigadores do Albany Medical Center, de Nova Iorque, durante uma Conferência da Sociedade de Microbiologistas do Reino Unido.

A principal vantagem desta vacina consiste no aumento da eficácia do produto, que entra, de imediato, em contacto com o sistema respiratório.

Actualmente, as vacinas nasais não são muito usadas visto que, por norma, apresentam baixa eficiência. Tal acontece porque, apesar do tracto nasal ser considerado um dos maiores responsáveis pela entrada no corpo de vírus e bactérias, tem uma baixa resposta imunitária,  o que é típico em superfícies de mucosa. Contudo, os investigadores adicionaram à vacina uma substância que permitiu superar este entrave.

A solução concebida pelos investigadores americanos apresentava uma combinação entre a fórmula das vacinas já existentes e a proteína interleucina-12, importante também no combate a infecções. feitos em ratos tiveram resultados positivos, uma vez que se verificaram altos níveis de protecção contra diversos elementos patogénicos, como o vírus da gripe, as bactérias que causam a pneumonia (principal causa de morte de crianças no mundo) e a Yersinia pestis, uma potencial ameaça biológica.

As mortes causadas por infecções ainda representam 25 por cento do total de mortes no mundo, sendo as infecções respiratórias as principais causas, referiu Dennis Metzger, um dos responsáveis pela investigação. De acordo com o especialista, as vacinas nasais poderiam reduzir esses números, uma vez que já induzem a resposta imunitária dentro do sistema respiratório. Ajudam a prevenir tanto as infecções iniciais, o que as torna também num tratamento terapêutico, como as complicações sistémicas, concluiu.

Depois dos bons resultados alcançados em ratos, o próximo passo destes investigadores é realizar os testes com a vacina intra-nasal em seres humanos.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s