Daphne Selfe – Uma super-modelo com 82 anos

Padrão

Muitos fotógrafos consideram-na mesmo uma diva, com maçãs faciais perfeitas, postura elegante e refinada, além de um cabelo longo com tons acinzentados que atrai muitas atenções.

Entre as marcas que mais apostam nesta super-modelo britânica estão alguns nomes fortes na indústria cosmética, como a Nivea ou a Olay, apresentando um currículo com desfiles de alta costura para a Dolce & Gabbana, tendo sido várias vezes destacada por publicações como ‘Vogue’ e ‘Marie Claire’.

De acordo com uma análise feita por cirurgiões, Daphne não terá recorrido a operações plásticas para melhorar a sua aparência, apesar de existirem rumores em sentido contrário.

Certo é que a sua imagem continua a ser muito requisitada, com um ordenado que pode rondar os 1562 euros diários, afirmando que não se sente ameaçada pelas modelos mais jovens, tendo a confiança de que existe espaço no mercado para todas.

Aos 82 anos, com quatro netos, a super-modelo mostra competência e profissionalismo, após seis décadas a trabalhar na área.

Daphne Selfe começou sua carreira em 1950.

Ela tinha 20 anos quando os seus colegas numa loja de departamento em Reading, Inglaterra, a convenceram a entrar num concurso de modelos locais, que ela acabou por ganhar.

Selfe passou então a fazer serviços de modelagem caseira para costureiras e pequenos fabricantes de roupas e até apareceu em algumas campanhas publicitárias da época.

Ela recorda que teve uma carreira digna por aproximadamente cinco anos, mas o mundo machista daquela época tornava sua profissão bastante complicada.

Embora tenha continuado a trabalhar esporadicamente como modelo, a grande Daphne só surgiu bem tarde, em 1998, um ano depois que do falecimento de seu marido.

Ela foi contatado pelo seu agente que lhe pediu que participasse na London Fashion Week.

Ela pensou que fosse uma piada, mas foi aí que foi contratada por uma das maiores agências de modelos do mundo, a Models 1.

Era o começo de uma carreira totalmente nova, que se tornou muito mais glamourosa do que tudo que ela conheceu antes.

Tudo começou com uma aparição na revista Vogue, depois que ela soube que não havia grandes empresas ansiosas para trabalhar com octogenárias de boa aparência para atrair uma clientela mais idosa.

Daphne diz que tem sorte e acredita que seu cabelo grisalho longo é o segredo por trás de sua gloriosa carreira.

Ela faz ioga para manter a forma, come muita fruta, legumes e peixe.

Bebe água em abundância e diz que não se sente com mais de 60 anos.

A supermodelo de 82 anos ama o que faz e pretende continuar a modelagem até que as pessoas parem de contratar os seus serviços.

 ~*~
Ora aqui está uma prova de que nunca se está velho demais para se fazer o que se quer na vida e ter inclusivé, uma carreira de sucesso.
Se, tal como Daphne já chegou à bonita idade de ter netos e alguém lhe chamar velho/a, lembre-se desta senhora e diga que velhos são os trapos !

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s