Tag Archives: Controle populacional

Somos gado do sistema e vivemos numa fazenda global!

Padrão

Escravo

A única forma para sermos livres é desligarmo-nos deste sistema escravizante!

É abandonar esta fazenda!

Stefan Molyneux, apresentador do programa de rádio Freedomain Radio (Estados Unidos), produziu este fantástico vídeo que revela uma situação digna do filme Matrix: somos todos escravos, mas poucos de entre nós despertaram para esta verdade.

Stefan criou o conceito de Fazenda Global para explicar o mundo atual.
Segundo ele, ao olhar o mapa-múndi, os países que vemos não passam de Fazendas de Criação de Gado Humano.

 

Ele defende que para manter a ilusão de que somos livres e sustentar o Modelo de Escravidão Democrático, a classes dominantes utilizam 3 Sistemas de Controle:
 
1) Educação, para controlar nossos pensamentos e nossas almas e nos ensinar uma doutrina que considera essencial a existência do Estado.

2) Dependência, na qual parte da sociedade se torna financeiramente dependente do Estado e por isso nos controla através da ilusão da ameaça física (é quase impossível controlar uma sociedade inteira fisicamente), fazendo uso da polícia (cão pastor controlando as ovelhas), e através da cultura e de filosofias criadas e defendidas por artistas e intelectuais dependentes da máquina estatal, os quais nos fazem sentir inadequados quando nos posicionamos contra o sistema estabelecido, de forma que passamos a nos controlar uns aos outros (ovelhas controlando ovelhas).

3) Ameaças Externas Inventadas, como o terrorismo, para nos fazer acreditar que a existência do Estado é essencial para nossa segurança.

Este modelo de escravidão é evidente e foi aperfeiçoado por milhares de anos até atingir a forma atual. A única maneira de vencer este Sistema de Controle e de nos libertarmos é despert ando uns aos outros para a verdade.

Fonte- Brasilindomavel

6.000 pessoas governam o mundo

Padrão

Como 6.000 pessoas podem governar o mundo ?

Como isso é possível?

Quais os fatores que fazem com que tão poucas pessoas tenham tanto poder?


1) As 6.000 pessoas devem ter uma visão comum e um propósito comum. Seria desastroso para eles se constantemente lutassem entre si. Eles estão unidos por um desejo insaciável por dinheiro e poder. 6.000 é o número que lhes permite partilharem uma vasta riqueza. Se houvessem muitos – 600.000 ou 6.000.000, digamos – a sua riqueza e poder seria maciçamente diluída. Além disso, a dissensão entre as suas fileiras seria imensamente mais provável.

2) As 6.000 pessoas devem explorar a ameaça da força para manter todos os outros no seu lugar. O exército e a polícia fornecem esse elemento de força.

3) Os 6000 devem ser capazes de espionar qualquer outra pessoa. Os serviços secretos fornecem essa função.

4) As massas devem ter a ilusão de escolha política. Democracia realiza este papel, dando a mera ilusão de que as pessoas tem o poder de escolha.

5) As massas devem acreditar que estão livres. Para este fim, que sejam dotadas de liberdade negativa. Esta é a liberdade da interferência do governo (desde que as pessoas não fazem nada para desafiar o governo).

6) As massas devem ter muitas possibilidades de escolha. Consumismo atende a essa necessidade. As pessoas têm infinitos produtos que podem escolher. Eles confundem a capacidade de escolher objetos de consumo, com uma verdadeira escolha.
7) As massas devem ser alimentadas e entretidas: panem et circenses – pão e circo – como os romanos disseram.

Supermercados fornecem comida e bebida baratas e em abundância. Televisão, cinema, teatro, música, boates, bares, futebol, jogos de vídeo etc … proporcionam entretenimento abundante.

8) De vez em quando, as massas devem ser capazes de desaparecer, num estado alterado da mente, onde podem colocar temporariamente os seus problemas diários para trás. Drogas desempenham essa função. O álcool, cigarros e sedativos são as drogas legais previstas pelas autoridades. As autoridades também garantem que a abundância de drogas ilícitas estejam disponíveis. (Em última instância, são os 6000 que colhem os benefícios do comércio internacional de drogas. Por isso não existe a legalização da Maconha por exemplo, que é extremamente menos prejudicial que o cigarro e a bebida, afinal eles lucram demais, tendo relações com o tráfico.)

9) As massas devem sentir que tem algo “próprio”. A propriedade é o meio escolhido. Muitas pessoas praticamente adoram as suas casas, vêem-nas quase como extensões de si mesmos e como parte essencial à sua identidade. “A casa de um inglês é seu castelo”.

10) As massas devem acreditar que as suas queixas serão tratadas. O sistema jurídico oferece essa função.

11) As massas devem acreditar que “os infratores serão punidos”. O sistema penitenciário serve esse propósito.

12) As massas devem ter alguma esperança de uma vida futura. Religião alcança essa função.

13) As massas devem ter a esperança de uma transformação radical de suas fortunas. Lotarias, jogos e “American Dream” satisfazem esta necessidade.

14) As massas devem ter um íntimo sistema de apoio amoroso. Família oferece isso.

Estes 14 elementos constituem a base de uma sociedade estável que pode ser controlada automaticamente por um pequeno número de pessoas sem a participação direta diária. Acima de tudo, as massas devem respeitar os 6000 como fonte de autoridade legítima. Eles devem temer as conseqüências de desobedecer os 6000.

Na Segunda Guerra Mundial, os guardas do S.S (Secret Services) nos campos de concentração nazistas executavam relativamente poucas tarefas. Eles não estavam intimamente envolvidos nas rotinas diárias de extermínio. Quase todo o trabalho foi deixado para os próprios judeus. Os guetos judeus que os nazistas criaram em muitas cidades foram autorizados a serem liderados por conselhos de anciãos judeus. Esses conselhos armazenaram bebida, comida e remédios, e decidiam quem iria entrar no transporte para os campos da mortee forças policiais eram designadas para manter a ordem, entregue à subversão nazista. Tudo funcionou sem problemas, sem qualquer envolvimento direto nazista. Os nazistas conseguiram exatamente os resultados que queriam através de um trabalho feito por judeus, o povo que estavam a exterminar. Pode-se argumentar que um povo inteiro conivente com a sua própria destruição temeu o que aconteceria se eles desobedecessem. Mas veja o que aconteceu mesmo assim. Quer reconheçamos ou não, estamos numa posição semelhante à dos judeus: coniventes com a nossa própria humilhação, enquanto nossos mestres continuam a desfrutar da boa vida. Nós fazemos o trabalho sujo por eles, a polícia apenas entrega o produto no final do dia. Eles sentam-se nos seus restaurantes de luxo, bebericando o melhor champanhe e riem-se de nós.
As hierarquias são baseadas na força implícita. Se desobedecer aos seus superiores na hierarquia, as sanções ser-lhe-ão impostas a si. É essencial para o sucesso da Ordem Mundial que todos devem aceitar a sua posição na hierarquia. Uma vez que as pessoas se colocarem na ordem hierárquica, em seguida, os que estão no topo da hierarquia –  Ordem Mundial – estarao seguros.

Quando a hierarquia deixa de ser reconhecida, deixa de ter poder. A hierarquia está intimamente relacionada com o dialeto master / slave (mestre-escravo). Escravos naturalmente caem em linha e obedecem à cadeia de comando. A sociedade do escravo é a sociedade em que uma hierarquia rígida pode ser percebida em cada turno. A nossa é uma sociedade enquadrada. Enquanto a hierarquia é mantida, os mestres podem exercer um poder ilimitado.

Na Guerra da Coréia, os chineses perceberam que era um desperdício de recursos construir campos de prisioneiros para um grande número de prisioneiros de guerra e ficar a tomar conta e mediando um monte deles. O que eles fizeram foi, identificar todos os presos com personalidades fortes – os líderes, oficiais ou não – e separá-los dos demais. Eles guardavam esse número pequeno (aproximadamente 5% do total) e deixaram os outros à sua própria sorte. Nenhum dos prisioneiros tentaram escapar pelo subterrâneo. Sem uma liderança natural para inspirá-los e exortá-los, eles eram como ovelhas. Andaram sem rumo, sem causar problemas, à espera dos chineses para alimentá-los.
A  Ordem Mundial emprega táticas semelhantes. Eles identificam os líderes das massas – 5% – e lidam com eles de uma forma ou de outra, seja por trazê-los a bordo nos níveis mais baixos da Ordem, prendê-los ou mesmo eliminá-los. Sem os líderes, as massas são como os prisioneiros da Guerra da Coréia, vagando sem direção. A maioria das pessoas ociosas perdem o seu tempo em atividades inúteis. 

A Ordem nunca precisará de se preocupar com essas pessoas.
O outro elemento sobre o qual o império é construído, é a manipulação de peritos dos chamados os sete pecados capitais, além de três outros pecados. Os dez pecados completos são:

Avareza, ira, inveja, preguiça, luxúria, orgulho, gula, covardia, egoísmo e vaidade.

Eles são mestres a identificarem qual o pecado que mais se aplica a cada pessoa e, em seguida, usam esse conhecimento para destruí-la ou torná-la inofensiva.
História é constituída por duas forças. Trata-se dialeticamente  movendo-a na direção da liberdade cada vez maior, mas em todas as fases da viagem tem a batalha com o pecado em todas as suas formas. O pecado é o freio no avanço da liberdade. O pecado é a antítese perpétua. O pecado é a arena dos direitos humanos, fraquezas, fragilidades, carências, vulnerabilidades, impulsos e desejos. A Ordem tenta segurar a liberdade através do pecado. Eles são grandes mestres na utilização do pecado para servir os seus próprios fins. O mundo que eles construíram é uma obra de engano. A ilusão de liberdade é extremamente poderosa, mas o mundo é um campo enorme de prisão. Só os poderosos da  Ordem são livres. As massas são implacavelmente manipuladas de acordo com os seus pecados.


“Pecado “

As massas devem redefinir a sua atitude para com o pecado. Só então eles podem dar o passo decisivo para a verdadeira liberdade. O  “pecado” é como uma arma para ser usada contra o povo. Eles constroem religiões que enfatizam o pecado, sendo melhor para controlar as massas. Cristãos, judeus e muçulmanos estão obcecados com o pecado. É por isso que nunca serão livres.

Qual é a prisão mais eficaz? A que você carrega em sua própria cabeça.
O que é pecado? Sua prisão portátil.

Fonte: the new movement

Comercial Visa – Gado humano e uma sociedade sem dinheiro

Padrão

Esta é a visão do futuro da elite global.

Adequar todas as pessoas ao seu sistema, discriminando a quem ousa não fazer parte do gado.

Seres humanos robóticos a agirem e a moverem-se agindo em sincronia, usando um cartão de crédito de propriedade de uma empresa privada que faz parte do grupo de Billderberg, mantendo milhões de pessoas escravizadas pelas altas taxas de juros.

 

O ser humano vai se acostumando devagarino, para futuramente aceitar o microchip.

As pessoas são facilmente enganadas pelas atualizações tecnológicas.

 

Via: Cidadão Vigilante

Indústria farmacêutica não quer curar pessoas, diz Thomas Steitz, prêmio Nobel da química

Padrão

Thomas_steitz_nobel_qumica

O prêmio Nobel de Química do ano de 2009, o americano Thomas Steitz, denunciou nesta sexta-feira o fato de que os laboratórios farmacêuticos não pesquisam antibióticos efetivos e acrescentou que “não querem que o povo se cure“.
Preferem centrar o negócio em remédios que deverão ser tomados durante toda a vida“, afirmou Steitz, que opina que “muitas das grandes farmacêuticas fecharam as suas pesquisas sobre antibióticos porque estes curam as pessoas.
Pesquisador do Instituto Médico Howard Hughes da Universidade americano de Yale, Steitz assiste em Madrid ao Congresso Internacional de Cristalografia (estudo da estrutura ordenada dos átomos nos cristais da natureza).
No caso da tuberculose, Steitz analisou o funcionamento que deveria seguir um novo antibiótico para combater cepas resistentes à doença que surgem, sobretudo, no sul da África.
O cientista comentou em entrevista coletiva que o desenvolvimento deste remédio exige um grande investimento e a colaboração de um laboratório farmacêutico para avançar na pesquisa.
É muito difícil encontrar um que queira trabalhar connosco, porque para estas empresas vender antibióticos em países como a África do Sul não gera dinheiro e preferem investir em remédios para toda a vida“.
Por enquanto, segundo Steitz, estes novos antibióticos são “só um sonho, uma esperança, até que alguém esteja disposto a financiar o trabalho“.
Steitz e os espanhóis Enrique Gutiérrez-Puebla e Martín M. Ripoll, do Conselho Superior de Pesquisas Científicas (CSIC), pediram nesta sexta-feira aos países para que invistam mais em ciência.
Os cientistas acreditam que a resistência das bactérias aos antibióticos torna necessária uma pesquisa continuada “indefinidamente”.

Fonte: Terra

Clones híbridos: Tirania cria aberrações rumo à redução populacional.

Padrão

PARTE HOMEM, PARTE VACA, PARTE CABRA, PARTE ARANHA, PARTE INSETO…

Alex Jones revela a ameaça que os organismos geneticamente modificados representam contra a sobrevivência da humanidade.
Ele expõe como milhares de empresas de biotecnologia, de propriedade da elite globalista, já vêm desenvolvendo criaturas híbridas, parte humana e parte animais, há pelo menos 15 anos.



O produto desta ciência pode fazer com que doenças comuns entre diferentes espécies sejam contraídas por humanos mais facilmente. E levanta a questão ética de quais direitos terá uma criatura que é parte humana e parte animal.

Enquanto estes globalistas brincam de ser Deus e embaralham os tijolos que constroem a vida em nosso planeta, nós estamos preocupados com o próximo capítulo da novela ou com quantos gols o Neymar fará no próximo jogo.

É preciso discutir e intervir no que esta elite psicopata está fazendo. O objetivo final dos globalistas sempre foi reduzir a população do planeta para ficar com o mundo só para eles.

Fonte: http://www.youtube.com/user/fimdostemposnet


 

MORGELLONS – Doença criada com nanotecnologia e disseminada pelos rastros químicos (Chemtrails)

Padrão

MORGELLONS – Doença criada com nanotecnologia e disseminada pelos rastros químicos (Chemtrails)

Morgellons é dispersado no ar como um pó. Esse “pó”, é um produto da nanotecnologia, produzido em laboratório, e é um dos elementos que estão sendo pulverizados por aviões, (foto abaixo) normalmente em grande altitude e preferencialmente a noite. Mais informações sobre os rastros químicos aqui.
 Rastro químico (chemtrails)
Rastro químicos sendo aplicados

 

 

 

 

 

Doença causada por Morgellons
MorgellonsHand_468x357

Veja o vídeo abaixo para melhor compreensão.

Doença de Morgellons:

A doença de Morgellons é misteriosa e controversa.

A doença de Morgellons é uma desordem misteriosa da pele caraterizada por dores e por sensações de rastejamento sob na pele. Embora a doença de Morgellons não seja reconhecida extensamente como um diagnóstico médico, (claro, foi criada recentemente) os peritos dos centros para o controle e prevenção de enfermidades (CDC) estão investigando suas características e demais aspectos.
Quais são os sinais e os sintomas da doença de Morgellons?

De acordo com a fundação de pesquisa de Morgellons, os sinais e os sintomas preliminares da doença de Morgellons incluem:
  • Lesões de pele, acompanhadas frequentemente de dor e de prurido intenso
  • Fibras nas lesões – que podem ser brancas, azuis, vermelhas ou pretas
  • Sensações de rastejamento sob a pele, comparada frequentemente aos insetos que movem-se, picando ou mordendo
  • Dor nas juntas e nos músculos
  • Fadiga significativa que interfere nas atividades diárias
  • Inabilidade de concentrar-se e dificuldade com memória a curto prazo
  • Mudanças de comportamento
Outros sinais e sintomas podem incluir:
  • Mudanças na visão
  • Dor de estômago ou outros sintomas gastrintestinais
  • Mudanças na textura e na cor da pele
A doença de Morgellons compartilha de caraterísticas com as várias doenças já conhecidas, incluindo a desordem de déficit de atenção, a síndrome crônica da fadiga, a doença de Lyme, a desordem obsessionante, e uma enfermidade mental que sugere uma infestação por parasita (parasitose delusória).
.

As pessoas infestadas por MORGELLON começam a sentir o equivalente a picadas de insetos no interior de sua pele.
Sentem a sua carne ser comida por dentro até que uma ferida purulenta apareça, e outras, e mais outras vão aparecendo por todo o corpo, o que causa dores terríveis.
Os MORGELLONS teem o tamanho de um grão de arroz ou mais, e não possuem forma bem definida, se reproduzem e se espalham pelo corpo atacando inclusive os ossos e as articulações.
Os MORGELLONS possuem uma espécie de bico, que se estendem e furam a pele, semelhante ao periscópio de um submarino, e possuem alguma inteligência.
Podem ser azuis, brancos, pretos, ou vermelhos e seus “bicos” só se queimam em altas temperaturas.